in

ESCLARECIMENTO

D30iferente do que foi publicado na coluna Bate-Rebate, deste conceituado Jornal, na edição de 18/04, não há nada a respeito da minha ida para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, é só especulação. Fico lisonjeado com comentários como esse em relação ao meu nome, pois significa que pude contribuir com o governo Bill nas outras duas vezes que estive a frente de uma pasta (Esporte e Habitação), porém não tem nenhuma conversa neste sentido. Meu objetivo político é de permanecer como vereador e continuar desempenhando meu trabalho da melhor forma possível para atender a população”, esclareceu vereador em nota enviada ao JNO.

ESCOTEIROS

Na parte final da sessão da Câmara realizada esta semana, a munícipe Eliana de Arruda Ferreira usou a Tribuna Livre para falar a respeito das comemorações do Dia do Escoteiro. Foi exibido um vídeo alusivo à data e em seguida a representante falou aos vereadores. Em Nova Odessa, o ‘Dia do Escoteiro’ é lembrado em 23 de abril, devido a projeto do vereador Antônio Alves Teixeira, o Professor Antônio, que se tornou lei em 2017 com a sanção do prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza.

APROVADO

O governo Jair Bolsonaro (PSL) é aprovado por 35% da população. Os dados são da pesquisa Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e divulgada ontem, dia 24. O desempenho do governo variou dentro da margem de erro, em relação à última pesquisa do instituto, em março. De acordo com o Ibope, 35% consideram o governo “ótimo ou bom”; 27% “ruim ou péssimo” e outros 31% classificam como “regular”, e 7% dos entrevistados não sabem ou não responderam

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

LULA

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu na terça-feira, dia 23, por unanimidade, reduzir a pena do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex no Guarujá (SP), de 12 anos e um mês para 8 anos e 10 meses de prisão. O recurso de Lula no caso foi trazido a julgamento nesta terça-feira pelo relator da Lava Jato no STJ, ministro Felix Fischer, que foi o primeiro a votar por manter a condenação, mas reduzir a pena do ex-presidente. Ele foi acompanhado pelos outros três ministros que participaram do julgamento – Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca e Ribeiro Dantas. Foi reduzido também o valor da multa que deve ser paga por Lula, para o equivalente a 875 vezes o salário mínimo vigente à época do cometimento dos crimes, ante os 1.440 salários mínimos anteriores.

Publicidade
instituto_728x90_60kb