in

Com moral

COM MORAL
O vereador Tiago Lobo (PCdoB) foi confirmado como líder do prefeito na Câmara de Nova Odessa. Quando todos esperavam o experiente Vagner Barilon para ser a voz do prefeito Bill na Câmara, Tiago surpreende com a importante missão. Mais um ponto de confiança do prefeito Bill ao jovem político Tiago Lobo.

APREÇO
Bill parece não esconder ter apreço pelo jovem comunista. Eleito com mais de 1,3 mil votos em 2016, sua expressiva votação tem nome: Bill. Lá nos idos de 2008, quando disputou uma cadeira na Câmara, o então desconhecido garoto teve apenas 170 votos. Já em 2012, já ao lado do prefeito Bill, Tiago viu sua votação subir de 170 para 390.

PEGOU PELA MÃO
Em 2013 o prefeito eleito amparou Tiago Lobo e o colocou estrategicamente na área que mais receberia investimentos: a habitação. Bill tinha o compromisso de construir casas populares e deu a oportunidade de ouro que Tiago Lobo precisava. O resultado foi a expressiva votação em 2016 de 1.348 votos.

BLOCO PARLAMENTAR
Se por um lado Tiago recebe a importante missão de ser a voz do prefeito na Câmara, conforme afirmou Vagner Barilon, os vereadores Tiãozinho, Elvis e Tiago Lobo formam o “bloco parlamentar”, com Elvis na liderança. Barilon ficou como o líder do PSDB na Câmara.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

MÃO FIRME
A primeira sessão do ano foi conduzida com primazia pela presidente Carla Lucena. A decisão de manter fora do plenário assessores e imprensa não credenciada mostra que Carla quer ordem na Casa. Pulso firme e seriedade parece ser o tom da presidente à frente da Câmara.

PAULADA
O jornal TodoDia deu o que se chama de “paulada” na vereadora Carol Moura. Além de a chamar de “desinformada”, escreveu que Carol Moura, “eleita pelo povo para trabalhar para o povo, quer que o povo trabalhe para ela”. Isso porque em rede social ela pediu para seus seguidores lhe informarem sobre a situação da merenda escolar. “Afinal, se já tinha a denúncia de problemas na merenda em escolas, seria no mínimo razoável se dirigir até as escolas, afinal verificar a marmita que está sendo servida não é tarefa das mais complicadas”, disparou o jornal à vereadora.

Publicidade
instituto_728x90_60kb