in

CLIMA

camara-de-nova-odessa-volta-a-realizar-sessoes-completas-na-proxima-semana-jno
Publicidade
detran-jno

Em um esforço diplomático, os vereadores de Nova Odessa realizaram a última sessão semanal prevista para este ano – e da atual Legislatura – em um clima bem ‘paz e amor’. Foi o retorno presencial das sessões após alguns meses e todos os parlamentares utilizaram a tribuna livre para fazer discursos amigáveis e de agradecimento. Inclusive houve quem pregasse a união das diferentes vertentes políticas, pelo bem da cidade.

DIFERENÇAS

O vereador e prefeito eleito, Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD) fez brincadeiras, avaliou os quatro mandatos no Legislativo e a nova jornada pela frente no Poder Executivo. Também reconheceu o trabalho feito pelo prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB) entre 2013 e 2020. “Não olhar para o retrovisor e sim para frente”, ressaltou Leitinho, que falou em “acabar as diferenças” e contar com a colaboração de opositores da gestão.

PRESENÇAS

A última sessão prevista no ano teve a presença dos vereadores eleitos Cabo Natal (Avante) e Márcia Rebeschini (PV), que têm frequentado as dependências da Câmara para aprender logo o ofício. E quem também deu o ar da graça, mas essa de modo inesperado, foi Carol Moura. A vereadora renunciou ao mandato atual horas antes da sessão de julgamento em que provavelmente seria cassada, no dia 27 de junho.

OPORTUNIDADE

O vereador e líder de governo na Câmara, Elvis Ricardo Garcia, o Pelé (PSDB), fez uso da palavra para agradecer ao prefeito Bill pela oportunidade dada de comandar as Secretarias de Obras, Projetos e Planejamento Urbano e de Desenvolvimento Econômico e Gestão Social. Reeleito para o novo mandato, Pelé é um dos que chega com mais moral e é tido como favorito para ser escolhido como presidente da Câmara no biênio 2021/22.

FIEL

O provável ‘fiel escudeiro’ da gestão do prefeito Leitinho na Câmara deve ser o vereador reeleito Antônio Alves Teixeira, o Professor Antônio (PSD). Ele disse que a expectativa depositada pelas pessoas é maior do que o cargo de vereador pode oferecer. “Não é um prefeito, tem suas limitações”, pondera. Antônio citou ainda que a atitude de muita gente em “demonizar a política” é ruim para a democracia, por afastar bons possíveis interessados.

TRABALHO

Em seu discurso final do mandato na Câmara, Tiago Lobo (PV) agradeceu ao prefeito Bill pela oportunidade dada em ter trabalhado como secretário de Obras e também diretor de Habitação. Aliás, tais experiências são tidas como credenciais para que Lobo possa comandar alguma pasta importante no próximo governo. Ele tem se aproximado bastante de Leitinho e feito a interlocução com futuros vereadores e aliados do prefeito eleito.