in

CAPELA

Publicidade
detran-jno

O vereador Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho do Klavin (PSDB), encaminhou requerimento à Prefeitura de Nova Odessa pedindo informações sobre a possibilidade de construção de uma capela para solenidades fúnebres no Velório Municipal. Tiãozinho ainda solicita a implantação de boca-de-lobo e canaleta, para escoamento de água, em dois cruzamentos: ruas Joaquim Carlos de Oliveira e Maria Fernandes Alves (Jardim dos Ipês) e a mesma Rua Joaquim Carlos de Oliveira com a Alcides Gonçalves Sobrinho (Monte das Oliveiras).

COVID

O vereador Elvis Ricardo Garcia, o Pelé (PSDB), encaminhou requerimento à Prefeitura pedindo fiscalização em chácaras, salões de festas e estabelecimentos semelhantes, com base no decreto municipal que declarou quarentena no contexto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A ideia é combater aglomerações de pessoas que continuam não se sensibilizando com os casos de infecção e morte pela doença em Nova Odessa.

LANÇAMENTO

O vereador Tiago Lobo (PV) fez uma transmissão ao vivo na noite da terçafeira (25) pelas mídias sociais, como forma de lançar a sua pré-candidatura a prefeito de Nova Odessa. A partir do dia 31 de agosto, até 16 de setembro, ocorrem as convenções partidárias, quando efetivamente são confirmados os nomes a prefeito, vice e vereadores. Anteriormente o ex-comunista divulgou um vídeo no qual dizia que “quem quer ser prefeito não pode ter dúvida”, então é de se esperar que ele não desista da disputa.

CAMPANHA

Quem também está em pré-candidatura é Carla Lucena (PL), que esta semana reuniu pessoas pretendentes a se candidatar para uma cadeira na Câmara e discutiu ideias integrantes do eventual Plano de Governo. A vereadora tem se apresentado como pré-candidata a prefeita, mas há quem diga que o ensaio da ex-tucana é para ser vice na chapa de Lobo. É aguardar as convenções partidárias a serem agendadas em breve para saber a definição.

MOURÃO

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse ontem (26) que é favorável à tese de que estudantes universitários com condições financeiras deveriam pagar para estudar em universidades públicas federais. Para Mourão, os valores arrecadados ajudariam a subsidiar o ingresso de jovens menos favorecidos em instituições de ensino superior particulares