in

ÁGUA

E o prefeito Bill voltou a usar suas redes sociais para responder as críticas a respeito de seu governo, mais que palavras, o prefeito tem mostrado o trabalho realizado. “Enquanto algumas pessoas se preocupam em espalhar boatos e inventar mentiras, nós seguimos trabalhando e os números mostram isso. O Centro de Controle Operacional da Coden, que também foi uma ferramenta que nós criamos, mostra que Nova Odessa encerrou o primeiro trimestre deste ano com o menor volume de captação de água para o abastecimento da população em nove anos”, escreveu.

GESTÃO

E finalizou. “Quando assumimos a Prefeitura, a Coden precisava tratar quase 17 milhões de litros de água por dia para abastecer nossa população, que era de 55 mil pessoas. Hoje, com quase 60 mil habitantes, estamos tratando menos, entre 14 e 15 milhões. Nosso sistema está mais eficiente e seguro, o que nos permite retirar menos água das represas e gastar menos com tratamento. Isso é fruto da gestão e eficiência”, explicou Bill.

OPEN FECHADO

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) – 2 milhões de votos para a Assembleia Legislativa de São Paulo nas eleições de 2018 – protocolou na última terça-feira, dia 23, um projeto que pretende acabar com festas ‘open bar’ em universidades de São Paulo. O texto do projeto de lei apresentado pela parlamentar proíbe ainda a ‘compra, venda, fornecimento e consumo de bebidas alcoólicas’ nas instituições de ensino públicas e privadas do Estado.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

ACABOU

O presidente Jair Bolsonaro assinou na última quinta-feira, dia 25, o decreto que extingue o horário de verão. Segundo o presidente, a medida segue estudos que analisaram a economia de energia no período e como o relógio biológico da população é afetado. Bolsonaro já havia anunciado no início do mês, em uma rede social, a decisão de acabar com o horário de verão neste ano. Neste período do ano, que costumava durar entre outubro e fevereiro, parte dos estados brasileiros adiantava o relógio em uma hora.

FILOSOFIA E SOCIOLOGIA

Bolsonaro também usou sua conta no Twitter na manhã de ontem, dia 26, para confirmar que haverá um corte de investimentos nas faculdades brasileiras de ciências humanas. “A função do governo é respeitar o dinheiro do contribuinte, ensinando para os jovens a leitura, escrita e a fazer conta e depois um ofício que gere renda para a pessoa e bem-estar para a família, que melhore a sociedade em sua volta.”, escreveu o presidente, repetindo o que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, havia dito na noite anterior ,

Publicidade
instituto_728x90_60kb